Rio Branco, AC, 13 de julho de 2024 22:42

Acre é considerado pioneiro na adesão ao selo global dos créditos de carbonos

Facebook
Twitter
WhatsApp

O Estado do Acre foi considerado pioneiro em aderir ao selo da Coalização LEAF, uma empresa responsável pela compra e venda de créditos de carbono, que certifica a procedência dos ativos e as adaptações necessárias previstas no padrão do Acordo, em Paris, no ano de 2015.

O objetivo dessa aquisição relaciona-se com um programa de redução da emissão de poluentes, que estimularia o financiamento para reflorestar áreas de florestas tropicais. Esse gesto do Governo do Acre, inclui o Estado em uma compra de redução de emissões, de até 10 milhões de toneladas de créditos até o ano de 2026.

O Governador Gladson Cameli (PP), tem por intuito a busca por recursos que implemente programas e projetos para a redução do desmatamento, para que possa melhorar a vida dos produtores rurais, extrativistas, ribeirinhos e indígenas. Além disso, durante o ano de 2023, o Acre alcançou as maiores safras agrícolas dos últimos 30 anos, e reduziu em 45% o número de queimadas.

Ao ser o primeiro estado a aderir ao selo LEAF, o Acre foi credenciado para participar do mercado mundial de créditos de carbono. Por não existir mais lei federal que regulamente a venda de ativos ambientais, cada unidade federativa poderá conduzir os seus recursos e comercializar os seus créditos, até mesmo a nível Internacional, inclusive o estado do Acre.