Rio Branco, AC, 29 de maio de 2024 12:51

Acreano que cometeu crimes na Paraíba, acusado de matar o próprio amigo e atirar contra agentes de segurança pública é preso no Acre

Facebook
Twitter
WhatsApp

O foragido da justiça da Paraíba, Luciano Leal da Costa Dias, com 31 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (18), enquanto prestava serviços à uma empresa terceirizada no Pronto Socorro de Rio Branco (PS).

Segundo informações da polícia, Luciano é acreano, mas estave na cidade de Patos, no interior da Paraíba, comentando crimes. Em um determinado momento, o acusado acabou matando o próprio comparsa e fugiu para João Pessoa, capital da Paraíba.

Políciais civis da Delegacia de Homicídios daquele estado estavam realizando diligências para tentar prender Luciano. Para não ser preso, o homem acabou atirando contra um delegado e um agente da DHPP da Paraíba, e em seguida conseguiu fugir do cerco policial.

Luciano voltou para o Acre e dias depois começou a trabalhar em uma empresa terceirizada no PS. A Polícia Paraibana, em comunicação com DHPP de Rio Branco, conseguiu localização do acusado, que no momento da prisão estava trabalhando normalmente dentro do hospital.

Diante dos fatos, Luciano recebeu voz de prisão e foi encaminhado para à Delegacia de Investigação Criminal (DEIC), e em seguida, foi encaminhado para à Delegacia de Flagrante (DEFLA), que provisoriamente está funcionando na Delegacia da Mulher (DEAM), no Segundo Distrito de Rio Branco, para serem tomadas as medidas cabíveis.

Os delegados estão avaliando a transferência de Luciano para o estado da Paraíba, onde aconteceu o homicídio e as duas tentativas de assassinato contra os policiais civis, onde deverá responder pelos crimes dele.