Rio Branco, AC, 17 de junho de 2024 09:27

Corregedor-geral que abriu processo contra agente que denunciou queda de teto em delegacia, poderá ser substituído

Facebook
Twitter
WhatsApp

A decisão de abrir um processo de investigação contra a Agente de Polícia Civil Ecilandia Marques, partiu exclusivamente do corregedor-geral da Polícia Civil (PC), de acordo com informações colhidas por nossa equipe de reportagens.

Ecilandia Marques é a agente de Polícia Civil que gravou um vídeo mostrando o desabamento do forro da delegacia do Cidade do Povo, e que responde a um Processo Administrativo Disciplinar (PAD), por expor a real situação do seu local de trabalho.

As informações que chegaram ao Alerta Cidade esboçam que a abertura do PAD foi decisão do corregedor que é de fato o responsável por casos que julgue antiéticos ou ilegais cometidos por policiais civis, de acordo com critérios que por hora quem conhece é apenas o mesmo.

Fontes revelaram ao Alerta Cidade que o corregedor poderá ser substituído a qualquer momento por outro delegado da Polícia Civil.

A agente tem recebido apoio de deputados da oposição, como Michele Melo (PDT) e parlamentares da base de apoio ao governo como é o caso do deputado Pedro Longo (PDT) que garantiu que o governador Gladson Cameli (PP) não compactua com qualquer tipo de comportamento que possa parecer um ato de perseguição.