Rio Branco, AC, 22 de julho de 2024 10:14

Estado entrega à Caixa Econômica o resultado do edital de chamamento do Programa Minha Casa Minha vida

Facebook
Twitter
WhatsApp

Para dar seguimento ao processo de construção de casas populares por meio do programa federal Minha Casa Minha Vida, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Habitação e Urbanismo (Sehurb), entregou à Superintendência da Caixa Econômica Federal na última quinta-feira, 8, o resultado do edital de chamamento público do programa.

Em reunião com a superintendência da Caixa, o governador Gladson Cameli externou a urgência que o Estado tem em sanar o déficit habitacional no Acre.

“Nosso objetivo é iniciar os processos de construção o quanto antes. Vamos aguardar os trâmites legais e, então, iniciar as obras. Além de dar condições de moradias dignas às pessoas, vamos gerar emprego e renda por meio da construção civil”, pontuou o governador.

Das dez empresas de construção cadastradas para habilitação no programa, sete foram selecionadas para dar continuidade ao processo.

“O edital teve início em dezembro de 2023, e hoje entregamos o resultado à Caixa. O prazo que a instituição tem para a pré-qualificação financeira é até abril, data em que esperamos que seja dada a ordem de serviço”, frisou o titular da Sehurb, Egleuson Santiago.

De acordo com o gestor, serão construídos 1.516 unidades habitacionais. Os primeiros municípios a receber as edificações são Xapuri, Rio Branco e Cruzeiro do Sul. São quase R$ 250 milhões, fruto de repasses do governo federal e contrapartida do Estado.

“Com o resultado em mãos, a Caixa agora vai fazer a análise de risco, análise jurídica e a análise de engenharia dos projetos, e então as empresas aprovadas poderão participar da construção. Dentro da Caixa, o Minha Casa Minha Vida é prioridade máxima, então, esperamos dar a resposta do edital muito em breve”, declarou o superintendente da Caixa no Acre, Thiago Assis.