Rio Branco, AC, 14 de abril de 2024 22:32

Homem assume autoria do terceiro assassinato dentro da FOC, entenda o caso

Facebook
Twitter
WhatsApp

No Complexo Penitenciário Francisco de Oliveira Conde (FOC), em Rio Branco, dois detentos foram encontrados mortos na última sexta-feira (26). Antônio Gedenilson Simplício da Mota, conhecido como Huck, de 48 anos, e Diogo Lopes Nascimento, de 25 anos, foram vítimas de um crime brutal. A autoria do homicídio foi assumida por Jonas Santos da Silva e Marcelo Maia da Costa, sendo este último conhecido como “matador de presídio”. Este, já é o terceiro assassinato cometido por Marcelo em menos de cinco meses no complexo.

Em agosto de 2022, Marcelo Maia, em parceria com outro detento, confessou o assassinato de Edvan da Silva Dias, que foi brutalmente golpeado com um estoque. Pela morte de Edvan, Marcelo e seu comparsa se tornaram réus em outubro de 2023. O primeiro crime ocorreu no mesmo local onde Antônio e Diogo foram mortos, no pavilhão K, durante o banho de sol.

No caso ocorrido na sexta-feira, após o retorno do banho de sol, uma briga entre presos da cela 7 do pavilhão K da Unidade de Regime Fechado (URF) do Complexo Penitenciário de Rio Branco resultou em agressões com estoques. Os policiais penais intervieram e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para prestar socorro a Antônio Gedenilson Simplício e Diogo Lopes do Nascimento. Infelizmente, ambos não resistiram aos ferimentos e faleceram.

As autoridades competentes devem investigar minuciosamente esses crimes e tomar as devidas providências para evitar a ocorrência de episódios tão violentos.

Com informações do portal de notícias Na Hora da Notícia.