Rio Branco, AC, 22 de julho de 2024 09:15

Ministra Marina Silva diz que não veio ao Acre apenas para “enxugar gelo” e destaca ações humanitárias e estruturantes

Facebook
Twitter
WhatsApp

Durante uma coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (04), no Parque de Exposições que atualmente abriga diversas famílias afetadas pelas inundações no Acre, a ministra Marina Silva foi questionada sobre a efetividade de suas visitas e se estas não seriam apenas uma tentativa de “enxugar gelo” diante dos desafios enfrentados pelo estado.

A ministra esclareceu que sua presença no Acre é motivada por uma responsabilidade humanitária, rejeitando a ideia de uma abordagem superficial. Em sua resposta, Marina Silva ressaltou a implementação de ações estruturantes através de projetos governamentais.

“Nós já temos um PAC voltado para implantação, que é entender que o problema da mudança climática não vai mudar, que esse problema vai se repetir a cada ano. E por isso, o presidente Lula fez questão de nas obras do PAC, estabelecer aqueles investimentos tanto para moradias populares, para obras de drenagem, e para obras de encostes”, disse a ministra.

Acompanhada pelo Ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional do Brasil, Waldez Goés, a ministra visitou Brasiléia para avaliar de perto os estragos causados pela recente inundação. O rio atingiu a marca de 15,58 metros, provocando a inundação de 75% da cidade e deixando milhares de pessoas desabrigadas e desalojadas em sua esteira.

O foco da visita foi não apenas avaliar os danos imediatos, mas também discutir e implementar medidas que visam mitigar impactos futuros e proporcionar soluções sustentáveis para às comunidades afetadas.