Rio Branco, AC, 14 de abril de 2024 22:05

Polícia presencia troca de tiros no Praia do Amapá, e prende 3 homens que tinham sido soltos pela justiça

Facebook
Twitter
WhatsApp

Roberto Freires de Lima, com 42 anos, Elias Bega Tibúrcio, com 25 anos, e Edson Vitor de Lima da Silva, com 22 anos, foram presos sob a acusação de integrar Organização Criminosa (ORCRIM), e efetuar vários disparos em via pública, e porte ilegal de armas de fogo na manhã desta quarta-feira (31), na rua Praia do Futuro, no Loteamento Praia do Amapá, na região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo informações de Policiais Militares do 2° do Batalhão, eles estavam em patrulhamento de rotina pela região do Taquari, quando chegaram na Rua Praia do Futuro e se depararam com uma intensa troca de tiros no final do Loteamento Praia do Amapá.

Rapidamente os militares desceram da viatura e começaram a realizar um cerco policial que, mesmo com a troca de tiros e a polícia passando a ser alvo do disparos e revidando a injusta agressão, conseguiram êxito em prender três homens que estavam com duas pistolas de calibre 380, e 28 munições em três carregadores. Na correria, mais sete supostos membros de ORCRIM conseguiram correr e levar outras armas de fogo. Na troca de tiros ninguém ficou ferido.

Ainda segundo informações da polícia, Roberto Freires de Lima já possui passagem pelo sistema prisional, e uma condenação de 6 anos por tráfico, tendo cumprido apenas 4. O monitorado por tornozeleira eletrônica Elias Bega Tibúrcio também tem passagem por receptação e tráfico, e já foi condenado a 7 anos, mas cumpriu apenas 3. Edson Vitor de Lima da Silva, possui condenação por roubo e por porte ilegal de arma de fogo, sendo condenado a 2 anos e seis meses, mas foi solto em julho do ano passado (2023) sem monitoramento.

Diante dos fatos, os três receberam voz de prisão e foram encaminhados para à Delegacia de Flagrante (DEFLA), com as armas de fogo e as munições, para serem tomadas as medidas cabíveis.