Rio Branco, AC, 22 de julho de 2024 08:48

Promotor de Justiça, Tales Tranin, sofre ataque homofóbico nas redes sociais

Facebook
Twitter
WhatsApp

O promotor de Justiça do Ministério Público do Acre (MPAC), Tales Tranin, que atua na área de execução penal e fiscalização de presídios, foi vítima de um ataque homofóbico nas redes sociais nesta semana.

Em um vídeo publicado no Instagram de um site local, um homem que se identifica como Pablo Felipe teria feito um comentário ofensivo contra Tranin, chamando-o de “g.a.y” e dizendo que ele “não sabe de nada”

O fato foi denunciado pelo Centro de Atendimento à Vítima (CAV), do MPAC, que enviou uma carta ao Procurador-Geral de Justiça Danilo Lovisaro do Nascimento, solicitando providências referentes ao caso, que configura, em tese, crime de racismo (homofobia).

O CAV também encaminhou os prints que comprovam o ocorrido e o perfil do suposto autor na rede social utilizada por ele.

O CAV informou ainda que requisitou ao delegado-geral de Polícia Civil a abertura de um inquérito policial para investigar os fatos, bem como pediu ao Núcleo de Apoio Técnico (NAT) do MPAC a elaboração de um relatório da rede social utilizada pelo suposto autor, a fim de identificar sua identidade.

Com informações de Willamis França.