Rio Branco, AC, 16 de abril de 2024 06:02

Abrigados relatam condições precárias no Parque de Exposições e enfrentam dificuldades para retornarem às suas casas

Facebook
Twitter
WhatsApp

A situação no abrigo do Parque de Exposições, que tem acolhido diversas famílias afetadas pela cheia do Rio Acre, foi trazida à tona por abrigados que relatam condições precárias e desafios para retornarem às suas casas.

O Alerta Cidade obteve informações nesta segunda-feira (11), de que algumas famílias estão enfrentando dificuldades relacionadas à alimentação no abrigo. Alguns abrigados alegam que os alimentos são fornecidos azedos, levantando inquietações sobre a saúde das crianças presentes no local.

Além disso, a falta de suporte da prefeitura foi salientada pelos abrigados, muitos dos quais expressam o desejo de deixar o local. No entanto, enfrentam obstáculos significativos, como a ausência de transporte gratuito para levar seus pertences de volta para casa, tendo que arcar com a despesa de fretes.

“A pessoa tem que pagar o frete de 300, 400 reais. A pessoa já não tem condições de estar aqui dentro desse jeito. Ela tem que ainda pagar o frete. Isso é uma irresponsabilidade muito grande da prefeitura”, disse um dos abrigados no Parque de Exposições.

O Alerta Cidade deixa este espaço em aberto para eventuais esclarecimentos por parte dos envolvidos.