Rio Branco, AC, 29 de maio de 2024 13:49

Acre lidera falta de vagas em creches e vereador Fábio Araújo questiona Bocalom; prefeito de Rio Branco pediu dinheiro para fazer creches

Facebook
Twitter
WhatsApp

A creche, como uma fundamental estrutura de suporte para as famílias que não possuem uma rede de apoio, local onde poderiam deixar seus filhos sob o cuidado de alguém, tem virado pauta constante na capital acreana, pois a gestão do prefeito Sebastião Bocalom (PL) tem deixado a desejar no que diz a construção e manutenção das unidades.

De acordo com o vereador Fábio Araújo (MDB), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicou que o Acre lidera o ranking de faltas de vagas em creches públicas. O parlamentar, na ocasião, falou sobre o fato de Sebastião Bocalom não ter conseguido cumprir a construção das creches prometidas pelo atual prefeito em seu plano de governo.

“No PPA de 2021, ele alocou a construção de 10 creches. No qual iria beneficiar nossas crianças de 0 a 3 anos. 2022, ele alocou 20 milhões de reais no orçamento para essas construções. 2023, ele colocou mais 16 milhões, e infelizmente em 2024 esse orçamento não apareceu para a construção das creches. O prefeito não lançou as licitações, e pasmem senhores. O prefeito retirou essa indicação de construção de 10 creches aqui no nosso município”, frisou Fábio Araújo.

Contraste

Enquanto a atual gestão sofre constantes críticas devido a dificuldade na ampliação das políticas de base que beneficiam os principais necessitados em Rio Branco, muitos ainda lembram do trabalho feito pelo pré-candidato à Prefeitura Municipal de Rio Branco (PMRB), Marcus Alexandre (MDB).

Na gestão de Marcus Alexandre as políticas para a primeira infância contemplaram um amplo programa de expansão de creches, com o intuito de melhorar e ampliar a assistência produzida pela município.

Enquanto prefeito, Marcus inaugurou 14 novas creches cujo foram construídas através do Programa Brasil Carinhoso, todas em bairros distantes do centro, descentralizando assim o suporte.

As creches construídas por Marcus Alexandre são Maria Izalis, no bairro Recanto dos Buritis, Escola de Educação Infantil Cidade do Povo, no bairro Cidade do Povo, Centro de Educação Infantil Maria Estela Marques, no Loteamento Angico, Centro de Educação Infantil José Anacleto, no Loteamento Andirá, Centro de Educação Infantil Maria Silvestre França, no Loteamento Cabreúva, Centro de Educação Infantil Luís Venâncio, no Loteamento Vale do Carandá, Centro de Educação Infantil Kauã Kennedy dos Santos, no Conjunto Aroeira, dentre outras.

Com a ação, mais de 5 mil vagas foram geradas na primeira infância , creche e pré-escola. A capital acreana atingiu a quarta melhor nota do país no IDEB (5,5), no que diz respeito à assistência prestada.