Rio Branco, AC, 17 de junho de 2024 08:52

Autor de relatório da ABIN que tentou ligar Alexandre de Moraes ao PCC, trabalha para Alan Rick há muitos anos

Facebook
Twitter
WhatsApp

O Dr. Ricardo Wright Minussi Macedo, apontado pela Polícia Federal (PF) como responsável direto por um relatório da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) que tentou associar o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) à Organização Criminosa (ORCRIM) PCC, é comissionado do senador acreano Alan Rick (União Brasil). A informação é do site Poder360 e foi publicada na última sexta-feira, 26.

De acordo com o portal, Ricardo Wright Minussi Macedo trabalhou para Alan durante 3 meses em 2016, quando o atual senador era deputado federal. No ano de 2017, o advogado voltou a prestar serviço para Alan Rick durante outros 3 meses. No ano de 2021, ainda durante a pandemia, o Ricardo foi nomeado de forma fixa como assessor parlamentar do então deputado, e até hoje trabalha para o senador.

O Poder360 também encontrou registros de processos judiciais nos quais Macedo representou Alan Rick. Foram 5 casos, sendo 1 no Rio de Janeiro, 2 em São Paulo e 2 no Acre, estado de Rick. Na lista, há ações cíveis e pedidos de indenização contra pessoas físicas e empresas. O jornal digital procurou Ricardo Macedo e Alan Rick para perguntar se gostariam de se manifestar. O senador respondeu:

“Não tenho qualquer gerência sobre as atividades privadas dos meus servidores. Após tomar conhecimento do noticiado, fui informado que, no âmbito de sua atuação advocatícia privada, ele prestou serviços à Associação dos Servidores da ABIN (ASBIN). Confio plenamente na justiça e tenho certeza que as investigações demonstrarão que a veiculação do nome dele nessa investigação não passa de um mal-entendido e tudo será devidamente esclarecido”, esclareceu o senador.