Carnaval Cultural Magid Almeida movimenta a economia de Cruzeiro do Sul e gera renda para 70 famílias

Facebook
Twitter
WhatsApp

Muito além da folia, o Carnaval Cultural Magid Almeida tem gerado renda para os empreendedores de Cruzeiro do Sul, na Praça Orleir Cameli. Durante a segunda noite de programação, os foliões marcaram presença, alegrando os empreendedores que aproveitaram a festa para comercializar alimentos, bebidas e outros itens.

Com o total de mais de 70 empreendedores, em apenas dois dias de festa, os vendedores já afirmam que estão satisfeitos com  a movimentação em seus empreendimentos.

De acordo com Giovane Maciel, que sempre aproveita os eventos culturais para faturar a renda da família, o carnaval deste ano já está superando suas expectativas.

“Tudo que o folião precisar para se divertir nós temos aqui: cerveja suja, corote, bebida doce, com sal, com limão, tudo nós temos. Estamos vendendo bem, estou muito satisfeito. O prefeito Zequinha Lima está acertando na organização. Tanto do Festival da Farinha fiz um elogio pra ele e agora do mesmo jeito, porque dependemos da boa organização para faturar”, afirmou Geovane.

Já o José Maria Mendes, afirmou ter esgotado todo o estoque de espetinhos antes das 23 horas deste domingo, e disse que vai ampliar a oferta nas próximas noites.

“A venda está maravilhosa, acabou tudo e amanhã vou dobrar a quantidade. Como estou fazendo um tratamento de saúde, estou precisando, por isso estou trabalhando muito. Mas graças a Deus, está dando tudo certo.  O carnaval está nota 10”, destacou José Maria.

O secretário de cultura do município, Aldemir Maciel, avaliou os primeiros dias de carnaval de forma muito positiva.

“Fazemos uma avaliação altamente positiva desas primeiras noites. Uma primeira etapa vencida e a gente agradece muito a quem valoriza o nosso trabalho da prefeitura. Estamos proporcionando um carnaval de muita alegria, muita diversão, gerando renda e levando alegria para as famílias do Juruá”, disse.

Folia com muita segurança

A parceria entre a prefeitura e as instituições de segurança garante um carnaval sem violência em Cruzeiro do Sul. Nas duas primeiras noites não houve ocorrências no local onde a festa é realizada.

Além da presença de equipes do Corpo de Bombeiros, do Serviço Móvel de Urgência – Samu, de 40 seguranças particulares contratados pelo município, a Polícia Militar (PM) faz o policiamento com efetivo para evitar qualquer ocorrência. São 70 homens no período.