Rio Branco, AC, 17 de junho de 2024 07:43

Detento que fugiu da Fundação Hospital é de alta periculosidade e já teria tentado fugir quando esteve internado no Pronto Socorro

Facebook
Twitter
WhatsApp

O detento de alta periculosidade Geraldo Gomes de Oliveira, de 37 anos, que fugiu da Fundação Hospitalar do Acre no último sábado (17), já havia tentado fugir quando esteve internado no Pronto Socorro de Rio Branco (PS) em 2021.

Na época, segundo a Polícia Militar (PM) Geraldo trocou tiros com uma guarnição da PM em uma área de mata no bairro Taquari, no Segundo Distrito da capital. O fato aconteceu no dia 13 de novembro de 2021, e ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado ao PS de Rio Branco.

No entanto, policiais penais acabaram descobrindo que comparsas de Geraldo tentariam resgatar o preso dentro do hospital no dia 21 de dezembro do mesmo ano. Os policiais encontraram um celular com Geraldo que continha detalhes sobre o plano de fuga.

O detento tem várias condenações por diversos crimes, inclusive homicídio. Segundo a polícia, ele também é líder de uma Organização Criminosa. Na fuga ocorrida na Fundação Hospitalar, Geraldo teria escapado pelo telhado da unidade. Ele foi internado no sábado para retirar uma bolsa de colostomia.

Após a fuga, o detento teria entrado em uma área de mata. Policiais penais estão fazendo buscas na região na tentativa de capturar o detento.