Rio Branco, AC, 29 de maio de 2024 12:27

Em parceria com a PM, Educação realiza Operação Escola Segura

Facebook
Twitter
WhatsApp

Em uma parceria com a Coordenadoria de Polícia Comunitária e Direitos Humanos da Polícia Militar (PMAC), a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE) realizou na tarde desta quarta-feira, 24, na escola Padre Carlos Casavecchia, no Xavier Maia, a Operação Escola Segura.

A operação está sendo realizada desde o último dia 19 e se estenderá até o próximo dia 26, sexta-feira. Entre as escolas que já foram visitadas pela operação estão a Anita Garibaldi, a Josué Fernandes, a Elozira Thomé, a Theodolina Falcão Macedo, a Pedro Martinello, a Djalma Teles, o Instituto de Educação Lourenço Filho, a Neutel Maia e a Glória Perez.

Entre os objetivos da Operação Escola Segura estão a prevenção da violência nas escolas, a adoção de medidas preventivas com o treinamento de policiais, a promoção de um ambiente escolar seguro, inclusivo e acolhedor, prevenção de ocorrências no perímetro da escola, além do combate o ciberbullying.

“Precisamos alertar a comunidade escolar para os bons princípios de convivência, além de fortalecer as ações de prevenção, tanto primária quanto secundária”, afirma a coordenadora do Policiamento Comunitário da PM, tenente-coronel Ana Cássia Monteiro.

A operação se divide basicamente em quatro partes. O aumento do efetivo para a realização das rondas escolares, a saturação no entorno das escolas com abordagens a veículos e pessoas, palestras para a comunidade escolar sobre bullying, dicas de segurança, drogas e projeto de vida, além da análise de dados.

De acordo com a chefe da Divisão de Segurança Escolar da SEE, professora Mila Almeida, desde a semana passada o policiamento escolar está intensificando as ações com as rondas e se aproximando ainda mais da comunidade para orientar quanto às ações preventivas de violência no ambiente escolar.

A SEE é parceira do policiamento comunitário, que vem com várias atuações, como o policiamento escolar, o Proerd, a PMAC nas escolas, que leva ações também de prevenção, de combate à violência, tratando sobre o bullying e também a patrulha Maria da Penha, uma vez que a PM recebeu 20 viaturas, e a intenção é cada vez mais ampliar o policiamento escolar”, destaca.

O coordenador de ensino da escola Padre Casavecchia, professor Evaldo Viana, destaca a importância da ação. “A gente se sente prestigiado por receber quase diariamente a presença do policiamento, que garante a normalidade, a segurança e a organização, já que eles [os policiais] trabalham orientando e dialogando com a comunidade”, disse.