Rio Branco, AC, 22 de julho de 2024 08:39

Governo do Acre decreta emergência em mais dois municípios do estado devido enchentes de rios e igarapés

Facebook
Twitter
WhatsApp

O Governo do Acre decretou emergência em mais dois municípios acreanos, devido à cheia dos rios. Agora, o decreto nº 11.421 abrange Manoel Urbano e Rodrigues Alves.

No ultimo dia 25 de fevereiro, dos 22 municípios acreanos, a emergência foi decretada em 17, e agora o número sobre para 19 . O decreto é válido por 180 dias e as localidades que estão em situação de emergência são:

Assis Brasil, Brasiléia, Capixaba, Cruzeiro do Sul, Epitaciolândia, Feijó, Jordão, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Plácido de Castro, Porto Acre, Porto Walter, Rio Branco, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira, Tarauacá, Xapuri, Manoel Urbano e Rodrigues Alves.

Com o Rio Acre registrando 17 metros e 75 centímetros na manhã desta segunda-feira (04), considera-se uma das maiores enchentes desde 1971, quando o manancial começou a ser monitorado.

Com base nos dados de ocorrências disponibilizados pelo Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC), nas 13 cidades em que a situação está mais crítica, há 91 abrigos públicos atendendo 9.516 pessoas desabrigadas.

Ainda há 16.933 pessoas desalojadas, ou seja, que foram para casa de familiares ou amigos. Além disso, em Cruzeiro do Sul, 12 mil pessoas foram atingidas pela cheia do Rio Juruá.