Rio Branco, AC, 14 de julho de 2024 05:57

Ícaro Pinto segue foragido e mostra a fragilidade da justiça acreana

Facebook
Twitter
WhatsApp

Após o encerramento do prazo para Ícaro Pinto apresentar-se à justiça, o condenado é considerado foragido da polícia. No último dia 03 de janeiro, a justiça acreana negou o pedido de Habeas Corpus à Ícaro, ao ter regressão de regime aceito por envolver-se numa briga no Mercado do Bosque.

Ícaro Pinto é condenado pela morte da Jovem Jonhliane Paiva, que morreu em 2020 durante um racha, em Rio Branco. Após a progressão de regime, Ícaro conseguiu cumprir em aberto, no entanto, depois de envolver-se numa briga no Mercado do Bosque, a justiça determinou a sua prisão.

Após a decretação da prisão preventiva, Ícaro não apresentou-se à polícia e nem encontra-se no endereço informado à justiça. Sem sucesso nas buscas policiais, Ícaro segue foragido da justiça acreana, e já é tido pelos populares como um criminoso em fuga.