Rio Branco, AC, 16 de abril de 2024 05:42

Ministério Público do Acre denuncia Policial Civil de Feijó por abuso de autoridade e lesão corporal

Facebook
Twitter
WhatsApp

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio da Promotoria de Justiça Criminal de Feijó, nesta quinta-feira (11), formalizou denúncia contra o Policial Civil Elves Gomes de Lima, pelos crimes de abuso de autoridade e lesão corporal. A denúncia, foi encaminhada pelo promotor de Justiça Substituto Lucas Nonato, em menção à ocorridos em 9 de agosto de 2022.

De acordo com a denúncia, a vítima, teria buscado proteção policial após ser agredida por um adolescente, no entanto, enfrentou indiferença por parte dos agentes. Um policial militar, na tentativa de intimidação, teria apertado o ombro da vítima com força, e conduzido-o até à Delegacia de Polícia Civil de Feijó.

Segundo informações, a vítima alega que na delegacia teria sofrido discriminação e ofensas homofóbicas por parte dos policiais militares. Em resposta a reclamações sobre o tratamento recebido, o Policial Civil Elves Gomes teria agredido a vítima violentamente, resultando em ferimentos. As agressões prosseguiram com chutes e xingamentos.

Na denúncia, foi relatado que o policial, após as agressões, colocou a vítima numa cela, negligenciando procedimentos legais. A vítima permaneceu detida das 22h às 7h do dia seguinte, e teria buscado atendimento médico no Hospital de Feijó, e posteriormente realizado exame de corpo de delito.

Além da denúncia, o MPAC solicitou antecedentes criminais do acusado, encaminhamento de informações à Superintendência da Polícia Federal, e ao Instituto de Identificação Raimundo Hermínio da Melo.

O MPAC solicitou medidas à Corregedoria da Polícia Civil do Acre, e o afastamento cautelar de Elves Gomes de Lima de suas funções, para que assim seja assegurado a ordem pública e apuração devida sobre o ocorrido.