Rio Branco, AC, 14 de julho de 2024 06:36

Motorista de carro mente sobre acidente que deixou jovem em risco de ficar paraplégico; vídeo mostra a verdade

Facebook
Twitter
WhatsApp

Um vídeo enviado ao Alerta Cidade mostra o exato momento do acidente que deixou o motociclista Luiz Felipe Melo de Souza, 24 anos, gravemente ferido na Avenida Sobral, no bairro Boa União.
O fato aconteceu na noite de sexta-feira (29), e as imagens contrariam o que o motorista de um carro envolvido no acidente, havia dito para a polícia e a imprensa.

No local do acidente, o condutor da caminhonete S-10, de cor vinho, falou que trafegava no mesmo sentido que Luiz Felipe, e que tentou entrar para o estacionamento do lado direito, no mesmo lado que o motociclista tentava ultrapassar, causando o acidente.

No entanto, as imagens mostram que o motorista da caminhonete vinha no sentido bairro para centro, quando tentou entrar em um terreno baldio que serve como depósito de uma empresa de construção civil e, ao cruzar a pista de rolamento, acabou entrando na frente da moto de Luiz Felipe que seguia no sentido contrário, ou seja, centro para bairro.

Segundo uma testemunha, na colisão, Luiz Felipe bateu na lateral do veículo e uma das rodas chegou a passar por cima da cabeça da vítima, que foi salva pelo capacete. O rapaz ainda chegou a convulsionar caído sobre o asfalto.

O motorista do veículo parou e prestou socorro à vítima, e acionou a policia e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que enviou a ambulância de suporte básico 07 e, devido a gravidade das lesões, foi necessário solicitar apoio de uma ambulância de suporte avançado. Os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e encaminharam Luiz Felipe ao Pronto Socorro de Rio Branco (PS) em estado de saúde grave.

A equipe do Alerta Cidade conversou com a doutora Thaiza Amorim, que relatou que o estado do motociclista é grave, pois o rapaz teve uma lesão importante na coluna e teve um Trauma Raquimedular (TRM), podendo inclusive ficar paraplégico, pois após a vítima não conseguiu mexer as pernas após o acidente.

A área foi isolada por policiais militares do Batalhão de Trânsito para os trabalhos de perícia. Após os procedimentos de praxe, o veículo foi liberado e a moto foi removida por um guincho.