Rio Branco, AC, 21 de abril de 2024 06:35

Polícia Militar prende mais um suspeito de ter executado a tiros o jogador de futebol no Santa Inês; o homem estava com o relógio da vítima

Facebook
Twitter
WhatsApp

Policiais Militares do 2° Batalhão prenderam na noite da última segunda-feira, 1°, mais um membro de uma Organização Criminosa (ORCRIM), identificado como “Frota”, de 19 anos, suspeito de ter participado na morte do jogador de futebol Thiago Oséas Tavares da Silva, de 18 anos, natural de Recife-PE, que foi sequestrado e executado a tiros em via pública na madrugada do último domingo, 31, na Travessa do Recreio, no bairro Santa Inês.

A prisão ocorreu em via pública, na travessa Santa Inês, no bairro Santa Inês, no Segundo Distrito de Rio Branco. Após as prisões dos setes suspeitos de terem assassinado o jogador Thiago, a Polícia Militar (PM) recebeu denúncias de populares informando onde estaria mais um suspeito de ter participado do crime. Uma guarnição policial se deslocou até à travessa Santa Inês e se deparou com “Frota” em via pública. O membro da facção ao perceber a aproximação dos policiais ainda correu na tentativa de fugir, porém foi abordado.

Em posse do suspeito foi encontrado o relógio da vítima que havia sido roubado na noite do homicídio. Durante uma consulta no sistema da segurança pública, os policiais constataram que “Frota”, há três meses havia sido preso pelo crime de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, e havia ganhado a liberdade com uso de tornozeleira eletrônica, porém o jovem cortou a tornozeleira e se encontrava foragido.

Diante dos fatos e dando cumprimento ao mandado de prisão, os Militares encaminharam “Frota” à sede provisória da Delegacia de Flagrante (Defla) situada no prédio da Delegacia da Mulher, na Via Chico Mendes, para os devidos procedimentos.

Na delegacia, uma testemunha reconheceu “Frota” como um dos suspeitos de ter executado a tiros o jogador de futebol.