Rio Branco, AC, 16 de abril de 2024 05:31

Governo do Acre garante recebimento de recursos para obras públicas na Saúde; nova maternidade já é uma realidade

Facebook
Twitter
WhatsApp

Cuidar da saúde da população é transformar as unidades hospitalares em ambientes acolhedores, adequados, salubres e confortáveis aos usuários e servidores do Serviço Único de Saúde (SUS). Por isso, as obras prediais públicas são essenciais para a eficiência do atendimento às pessoas nos hospitais e unidades de Saúde.

Contemplada com a liberação dos recursos, a primeira das cinco etapas de obras da nova maternidade de Rio Branco está prevista para ser concluída ainda este ano. Foto: Luan Martins/Sesacre

Com esta finalidade de melhorar a vida das pessoas, o governo do Acre, a partir dos convênios entre as secretarias de Estado de Obras Públicas (Seop) e da Saúde (Sesacre), garantiu o recebimento de R$ 5,3 milhões, junto ao governo federal, para o prosseguimento de obras do setor, como a construção da nova maternidade de Rio Branco, Marieta Messias Cameli, a qual ampliará o acesso da população à saúde pública.

Gestor da Seop apresenta projeto da nova maternidade ao governador Gladson Cameli e à vice, Mailza Assis. Foto: Luy Andriel/Seop

“Agradecemos o empenho do governo federal ao disponibilizar estes importantes recursos para seguirmos promovendo melhorias na Saúde do Acre. O governador Gladson Cameli tem lutado sempre para conseguir apoio financeiro para desenvolver o setor e levar mais dignidade à população acreana usuária do serviço público e aos servidores, que diariamente fazem parte desta evolução”, ressaltou o gestor da Seop, Ítalo Lopes.

Além de melhorar a estrutura da Saúde para a população, as obras beneficiam milhares de operários da construção civil a partir da geração de trabalho e renda. Foto: Marcos Vicentti/Secom

A liberação dos recursos contempla as obras nos hospitais e unidades de Saúde da capital e do interior. As reformas e ampliações do Hospital João Câncio Fernandes, em Sena Madureira; do Hospital Geral de Feijó; do Hospital da Criança, em Rio Branco; da Unidade Mista de Saúde de Santa Luzia (Fase II) e Hemonúcleo, em Cruzeiro do Sul, são algumas das intervenções que estão em andamento para levar mais dignidade aos habitantes de todas as regionais do Acre.

“São obras de grande importância para toda a população acreana e que reforçam o compromisso com a Saúde Pública do nosso estado. Com união e gestão dos recursos, temos avançado e vamos avançar cada vez mais, trabalhando para cuidar das pessoas”, afirmou o governador Gladson Cameli.

O trabalho em conjunto das secretariais estaduais resulta em benefícios para os usuários da Saúde Pública. “Com o direcionamento do governador Gladson Cameli, o estado do Acre vive um momento ímpar de integração entre secretarias, gerando diretamente resultados à população.  Um exemplo é a constância das obras iniciadas sem paralisação. Com essa parceria, estamos buscando regionalizar todos os serviços, com uma estrutura adequada em nossas unidades para entregar sempre uma saúde de qualidade à população do nosso estado”, enfatizou o titular da Sesacre, Pedro Pascoal.

Além de melhorar a estrutura da Saúde para a população, as obras beneficiam milhares de operários da construção civil, a partir da geração de trabalho e renda.

Maternidades de Rio Branco

Para as obras da primeira etapa de construção da nova maternidade pública de Rio Branco, o governo assegurou neste montante a liberação de R$ 3,1 milhões.

Maquete da nova maternidade de Rio Branco. Imagem: Ilustração gráfica

A nova maternidade, localizada no Segundo Distrito, será uma das maiores e mais avançadas estruturas de Saúde da Região Norte, com um total de 150 leitos de enfermaria clínica e obstétrica; 16 salas de pré-parto, parto e pós-parto (PPP); 7 salas de cirurgia e de parto cesariano; 10 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) adulto; 30 leitos de UTI neonatal, 30 leitos de unidade de cuidados intermediários (UCI) e 15 leitos de UCI canguru. A unidade ainda terá a Casa da Gestante, Bebê e Puérpera, para atender gestantes de alto risco.

Já na Maternidade Bárbara Heliodora o recebimento de recursos é para a reforma da cobertura e forro.

Hospital João Câncio Fernandes

A liberação dos recursos federais contribui para a sequência das obras no Hospital João Câncio Fernandes. A reforma e ampliação desta unidade a torna uma referência para a Regional do Purus, com uma estrutura de qualidade que contará com centro cirúrgico, raio-x, setor administrativo, sala de estabilização de pacientes, consultórios médicos e um total de 50 leitos de enfermaria.

Hospital Geral de Feijó

O Hospital Geral de Feijó, onde os serviços atualmente estão sendo executados no bloco I, também teve recurso liberado para reforma e ampliação da estrutura.

Com a obra, a unidade passou por readequação dos espaços, o que garantiu a climatização total do ambiente hospitalar. Foto: Diego Silva/Secom

Na cidade de Feijó serão beneficiados mais de 35 mil habitantes, além de moradores das regiões adjacentes, com a intervenção na unidade hospitalar.

Hospital da Criança

Com o recebimento do recurso, as obras de reforma e ampliação do Hospital Infantil Iolanda Costa e Silva (Hospital da Criança), em Rio Branco, avançam para garantir melhorias nas estruturas das enfermarias, posto de enfermagem, salas de isolamento, sala de punção venosa, hotelaria e banheiros.

Unidade Mista de Santa Luzia 

O recurso liberado atenderá também a segunda fase da reforma e ampliação da Unidade Mista de Santa Luzia, o que beneficia mais de 20 mil moradores do vilarejo e ramais adjacentes. O governo do Acre já concluiu a primeira etapa.