Rio Branco, AC, 29 de maio de 2024 13:08

Minoru Kimpara destaca importância da mobilização pelo Bônus Regional durante ato na Praça da Revolução

Facebook
Twitter
WhatsApp

Os estudantes universitários reuniram-se na Praça da Revolução desta sexta-feira (19), em um ato de mobilização pelo Bônus Regional, que foi afastado por uma decisão judicial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, no último dia 3 de abril.

Entre os presentes, destacou-se Minoru Kimpara, ex-reitor da Universidade Federal do Acre (UFAC), que enfatizou a importância do movimento em meio à recente decisão judicial.

“O bônus regional é um ganho para a população acreana, nós respeitamos os estudantes que vem de fora e sempre serão bem tratados com muito carinho e respeito. Mas nós temos que valorizar os nossos jovens, esse movimento não deveria ser apenas dos estudantes mas de toda a sociedade acreana”, enfatizou o ex-reitor.

A decisão judicial impactou diretamente a bonificação regional de 15% destinada a estudantes de escolas públicas e privadas do Acre, assim como Guajará Mirim, Boca do Acre (AM), Nova Califórnia, Extrema e Vista Alegre do Abunã (RO).

As Resoluções 25/2018 e nº 58/2019, juntamente com o Termo de Adesão da 1ª edição de 2024, que asseguravam o bônus para candidatos que cursaram o ensino médio nessas regiões, foram retiradas do edital conforme a decisão judicial.

Para a estudante de Jornalismo, Tácila Matos, o movimento em defesa da permanência do bônus regional veio pra atenuar problemas sociais e históricos.

“É muito importante esse movimento porque todas as políticas afirmativas, assim como as cotas, elas vêm pra atenuar problemas sociais e históricos. No caso do bônus especificamente, ele é uma medida que existe em grande maioria em universidades do norte e algumas no nordeste, então são locais distantes desses grandes centros econômicos do país, e por causa de várias outras questões, tem uma educação muito precarizada”, destacou a universitária.