Rio Branco, AC, 14 de abril de 2024 22:14

MPAC irá investigar caso de agressão e estupro contra indígena em presídio de Cruzeiro do Sul

Facebook
Twitter
WhatsApp

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio da 1ª Promotoria de Justiça Criminal de Cruzeiro do Sul, tomou medidas para investigar um suposto caso de agressão e estupro, envolvendo um indígena cumprindo pena no presídio Manoel Neri.

O indígena de 44 anos, que não teve o seu nome divulgado, foi atendido no último domingo (07), na Unidade de Pronto Atendimento de Cruzeiro do Sul (UPA), após ter sido supostamente vítima de um estupro.

O MPAC, após receber as informações, solicitou atendimento médico imediato para a vítima, incluindo a administração de medicamentos para prevenir doenças sexualmente transmissíveis. Além disso, buscou o apoio psicossocial do Núcleo de Apoio e Atendimento Psicossocial (Natera).

Para esclarecer os fatos, o MP requisitou a abertura de um inquérito policial, visando apurar a materialidade e autoria do ocorrido. Também foi solicitado um exame de corpo de delito e o acesso ao prontuário médico da vítima para eventual perícia técnica complementar na área de medicina legal.