Rio Branco, AC, 16 de abril de 2024 05:48

Pedreiro e ajudante são vítimas de tentativa de homicídio no Rosa Linda

Facebook
Twitter
WhatsApp

O pedreiro Francisco dos Santos Silva, com 31 anos, e o ajudante dele Raimundo Veiga, com 49 anos, foram vítimas de uma tentativa de homicídio no início da tarde desta terça-feira (26), na rua Raimundo Correia, no Residencial Rosa Linda, na região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo informações da polícia, Francisco é morador do Loteamento Farhat e Raimundo mora no Cidade do Povo, e ambos estavam trabalhando na construção de apartamentos na Rua Raimundo Correia, no Rosa Linda. As vítimas estavam voltando do almoço em suas bicicletas, quando foram surpreendidos por dois homens que estavam encapuzados e armados, em uma motocicleta modelo Bros de cor vermelha.

Franscisco foi baleado na perna direita e Raimundo foi atingido na perna esquerda. Para não morrer, Franscisco fugiu de bicicleta, mas foi interceptado novamente e pediu “pelo amor de Deus” para não ser morto. A vítima chegou a relatar que não fazia parte de nenhuma Organização Criminosa (ORCRIM). Ao ser deixado de lado, Francisco correu para dentro de uma área de mata para não ser morto.

Raimundo não aguentou correr e recebeu ajuda do patrão deles, que estava em caminhonete e colocou o ferido em cima da carroceria, e ligou para a polícia e ambulância.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e a ambulância de suporte básico 06 foi enviada. Os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos às vítimas que foram encaminhadas para Pronto Socorro de Rio Branco (PS) em estado de saúde estável.

Policiais militares do 2º Batalhão estiveram no local, colheram as informações e realizaram patrulhamento na região para tentar identificar os autores do crime, mas nenhum suspeito foi encontrado.

A área foi isolada para o trabalho da perícia em criminalística. O caso será inicialmente investigado pela Equipe de Pronto Emprego (EPE) da Polícia Civil e depois ficará sob responsabilidade da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).