Rio Branco, AC, 22 de julho de 2024 10:08

Polícia Civil prende três pessoas acusadas de matar homem no segundo distrito, em Rio Branco

Facebook
Twitter
WhatsApp

Na manhã desta quarta-feira, 28, a Polícia Civil do Acre (PCAC), por meio da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), realizou a operação “Meduza I”, que apura a morte de Thiago Eneas do Nascimento, de 19 anos, que foi se encontrar com uma mulher no Bairro Cidade Nova, mas teria sido morto por bandidos daquele bairro por morar em um bairro sob o comando da facção rival.

O corpo de Thiago ainda não foi encontrado.

A operação que ocorreu nesta manhã resultou na prisão de três pessoas e no cumprimento de três mandados de busca e apreensão em diferentes bairros da capital, dentre eles Cidade Nova, Taquari e Cidade do Povo.

Foram presos o casal que administrava um perfil fake de uma mulher, utilizado para atrair pessoas da facção rival para em seguida serem executados.

De acordo com o delegado titular da especializada, Gustavo Neves, hoje foi possível prender o principal suspeito de atrair, matar e esquartejar um rapaz que teria ido ao bairro Cidade Nova para ter um encontro amoroso com uma mulher.

“Ocorre que era uma armadilha em que homens da facção que dominavam aquele bairro atraíram jovens que muitas vezes sequer tinham envolvimento direto com o crime organizado, apenas porque moravam em áreas de domínio da facção rival e postavam fotos em redes sociais sinais, fazendo apologia à determinada facção”.

Firam presos três pessoas, cujas iniciais são:

J. D. M. R, de 27 anos de idade;
K. N . T, de 25 anos de idade;
B. A. H, de 23 anos de idade.