Rio Branco, AC, 22 de julho de 2024 09:03

Secretário de Saúde cria sala de emergência no Jordão, que salva vida de criança que nasceu de 7 meses

Facebook
Twitter
WhatsApp

O município do Jordão, interior do Acre, está passando por um dos seus ciclos mais críticos até o presente momento. Com quase toda a cidade alagada devido à cheia inesperada do rio que se deu em fevereiro do ano corrente, a Prefeitura Municipal do Jordão, por meio do prefeito Naldo Ribeiro (PDT), encontrou um grande desafio nas mãos, ao ver a cidade inteira precisando de suporte.

Naldo Ribeiro, que há dias está dormindo dentro do próprio carro porque teve a sua residência também atingida pelo intenso volume das águas, encontrou na Secretaria Estadual de Saúde do Acre (SESACRE) por meio do secretário, o Dr. Pedro Pascoal, suporte e apoio em um momento tão difícil.

A SESACRE juntamente com todo o seu pelotão comandado por Pascoal, no município do Jordão, seguiu com um trabalho intenso para tentar salvar o máximo de medicamentos de alto custo, e materiais médicos hospitalares em uma unidade de saúde que acabou sendo acometida pela cheia do rio. Tudo o que pôde ser salvo, foi, por meio de um bote.

Enquanto médico, Pedro viu a necessidade de criar uma sala de emergência para casos de necessidade imediata, e quase como em uma previsão, momentos após a criação do ambiente, uma mulher de nome não identificado acabou precisando da sala. A jovem estava grávida de 7 meses, e acabou dando à luz a uma criança que foi salva devido à agilidade e destreza do Dr. Pascoal.

Além de estado de emergência, a prefeitura de Jordão também decretou calamidade pública. Ao todo, ainda ontem, 25, 651 unidades consumidoras da cidade tiveram a energia suspensa durante operação da Energisa para garantir a segurança dos moradores durante a cheia. Segundo o decreto, assinado pelo prefeito, 80% da população do município está atingida pela cheia. 

O ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, também se posicionou em suas redes sobre a situação no estado do Acre e confirmou que deve sentar com a bancada federal para alinhar estratégias. 

“A Defesa Civil Nacional já está trabalhando em conjunto com os governos, prefeituras e bancadas parlamentares do Acre, atingidos por inundações causadas pelas fortes chuvas no estado. Estamos prontos para reconhecer sumariamente as situações de emergência e auxiliar os governos locais na elaboração dos planos de trabalho que irão definir as ações a serem apoiadas pelo governo federal”, publicou.